Sexta, 26 de Novembro de 2021
°

-

Política Política

Louco pelo poder Weverton Rocha força a barra, desrespeita o PT e comete crime eleitoral

O senador anda afrontando tudo e todos na busca pelo poder

18/10/2021 às 18h37 Atualizada em 18/10/2021 às 18h44
Por: Ismael Leon
Compartilhe:
Louco pelo poder Weverton Rocha força a barra, desrespeita o PT e comete crime eleitoral

 

Em um ato de desespero, o senador maranhense Weverton Rocha (PDT) mandou estampar sua foto ao lado do ex-presidente Lula acrescido de frase de cunho político eleitoral na parte traseira de centenas de ônibus que circulam na Ilha de São Luís, a chamada propaganda “busdoor”.

 

A estratégia tem objetivo de tentar associar a imagem do pedetista ao do petista visando as eleições de 2022, entretanto, existem três problemas…

Primeiro, as peças publicitárias de grande alcance nas ruas é uma afronta ao Ministério Público e a Justiça vez que é uma clara propaganda eleitoral antecipada, vedada por Lei e, por isso, deverá ser punida com multa e retirada dos ônibus.

 

Em segundo, o fato de Lula nunca ter declarado apoio a Weverton Rocha mostra a habilidade do PDT na produção de fake news – as chamadas notícias falsas. Na verdade, o ex-presidente está aguardando o governador Flávio Dino anunciar o nome que irá apoiar para sucessão estadual e, assim, acompanhá-lo.

 

E em terceiro, ao mandar colocar sua imagem ao lado de Lula como se tivesse o apoio do PT, Weverton desrespeita o partido no Maranhão, pois é público que a legenda possui pré-candidato ao governo visando as eleições do próximo ano.

 

Felipe Câmarão, atual secretário de Estado da Educação teve o nome lançando pelo PT maranhense em ato realizado no inicio deste mês na cidade de Pedreiras.

 

A “forçação” de barra de Weverton surge no pior momento entre o PDT e o PT. Na semana passada, o presidente nacional pedetista Carlos Lupi e o presidenciável Ciro Gomes atacaram duramente os ex-presidente Lula e Dilma Rousseff.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias