Sexta, 26 de Novembro de 2021
°

-

Política Felipe Camarão

"Não existe nenhum blefe e nem suposta candidatura a vice", diz Felipe Camarão ao reiterar sua pré-candidatura ao governo do Maranhão.

Felipe está disposto a ir até o final na disputa pelo governo do MA

19/10/2021 às 12h50
Por: Ismael Leon
Compartilhe:
secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, pré-candidato do PT ao Governo do Maranhão, deu ontem, 18, em entrevista exclusiva a O Estado divulgada nesta terça-feira, 19, uma interessante declaração sobre o seu projeto.
 
O petista disse que está disposto a “disputar até o último momento” o direito de ser o candidato apoiado pelo governador Flávio Dino (PSB) nas eleições do ano que vem, mas não aponta essa como condição decisiva para a pretensão de disputar a eleição majoritária no ano que vem.
 
Além dele, o Palácio dos Leões tem outros três nomes: o vice-governador, Carlos Brandão (PSDB), o senador Weverton Rocha (PDT), e o secretário de Estado da Indústria, Comércio de Energia, Simplício Araújo (SD).
 
De acordo com Camarão, o PT o terá como candidato se seu nome for aprovado pelo partido, mesmo que o governador declare apoio a outro nome. “Se o PT me escolher como candidato, eu serei candidato, de toda sorte”, destacou, garantindo que não é “balão de ensaio”, nem está trabalhando por candidatura a vice.
 
“Não existe nenhum tipo de interesse de ser um balão de ensaio, um blefe, para fortalecer uma suposta candidatura a vice. Não tenho essa pretensão, e nem me vejo com essa possibilidade por conta das nossas conversas internas no partido. É bem claro: ou eu sou candidato a governador, ou, na remota hipótese de o partido não me dar aval para candidatura, eu serei candidato a deputado federal”, completou.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias